6

[Resenha] Tempestade de Guerra

em terça-feira, 18 de setembro de 2018
Tempestade de Guerra
A Rainha Vermelha vol. 04
Victoria Aveyard
702 Páginas
Editora Seguinte

Tempestade de Guerra escrito por Victoria Aveyard é o aguardado encerramento da série A Rainha Vermelha, onde poderemos descobrir quem será o verdadeiro vencedor dessa guerra que acompanhamos desde o primeiro volume.

Esse livro trouxe os mais diversos sentimentos, onde eu amei e odiei vários momentos da trama. Entendi várias escolhas da autora quanto ao destino da história, ao mesmo tempo, achei o desfecho muito rápido, e deixou aquela sensação de que ainda não acabou. Não sei se a autora escreverá mais sobre essa série, só posso dizer que a deixou o desfecho “aberto”, podendo voltar a ele futuramente.

A resenha pode conter alguns spoilers para quem ainda não leu o livro anterior.

“Depois da traição de Cal, Mare se esforça para proteger seu coração e continuar a lutar junto aos rebeldes pela liberdade de todos os vermelhos e sanguenovos de Norta. A jovem fará de tudo para derrubar o governo de uma vez por todas — começando pela coroa de Maven. Mas nenhuma guerra pode ser vencida sem ajuda, e logo Mare se vê obrigada a se unir ao garoto que partiu seu coração para derrotar aquele que quase a destruiu. Cal tem aliados prateados poderosos que, somados à Guarda Escarlate, se tornam uma força imbatível. Por outro lado, Maven é guiado por uma obsessão profunda e fará qualquer coisa para ter Mare de volta, nem que tenha que passar por cima de tudo — e todos — no caminho.”

Eu ainda estou tentando digerir tudo o que aconteceu durante a leitura desse volume, e não consigo encontrar palavras para descrever toda essa história.

Eu não senti a evolução de Mare nesse volume. Pensei que encontraria uma personagem revoltada depois de tudo o que ela precisou enfrentar, mas encontrei alguém resignada, aceitando o que estava acontecendo ao seu redor.

Após finalmente decidir algo, Cal foi um personagem que me irritou durante a história, pois ao mesmo tempo em que tinha tudo em mãos para governar, preferia ficar correndo atrás de Mare a todos os instantes.

Maven foi uma sombra nesse volume. Tínhamos o perigo que ele representava, e sua obsessão por Mare era algo doentio, mas acompanhamos suas escolhas através dos olhos de Iris, sua esposa, a ranha ninfoide que tem controle sobre as águas.

Mesmo gostando do encerramento e notando o quanto a narrativa da autora amadureceu no decorrer das publicações, senti que muitas passagens foram desnecessárias e a trama poderia ser mais fluida sem alguns pontos de vistas. E não se enganem imaginando encontrar passagens leves durante os acontecimentos. Nada é feliz no decorrer da trama. A autora é cruel, maltrata o coração dos leitores, e adianto que o final vai deixar muitos com aquela sensação de que teremos algo a mais vindo por ai, só basta o tempo para confirmar isso..


Foi um carrossel de emoções, personagens marcantes que precisaram decidir qual caminho trilhar, além de enfrentar os mais diversos perigos. Um bom encerramento, mas que poderia ter sido melhor. Vale a pena conferir para saber o destino dos personagens.

Nota:



6 comentários:

  1. Olá, tudo bom?
    Eu li a resenha por alto para evitar spoilers, mas fiquei triste em saber que a autora não encerrou de fato a trama. Não curto muito esses finais meio abertos em séries porque acaba acontecendo que nem em A seleção, que os dois livros extras eram totalmente dispensáveis. Enfim! Curti saber que apesar dos momentos que você odiou, também vieram momentos para amar a trama.
    Vou esperar para ver se a autora vai realmente encerrar neste livro antes de me aventurar nessa leitura.
    Adorei sua resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Estou enrolando para iniciar esse livro. O final de A prisão do rei me deixou bem desanimada, achei arrastado demais e vendo tantos comentários sobre um desfecho melhor já fico com a impressão de tédio total.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  3. Oii Carla, tudo bem? Sua resenha me lembra que preciso continuar a leitura dessa série! Li os dois primeiros ano passado e curti, mas passei a leitura quase toda com raiva da Mare e suas atitudes... Saber que ela fica estagnada nesse volume não me anima muito hehehe, mas de qualquer forma quero continuar :)

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Vou te confessar que, em vários momentos desse livro, eu tinha certeza de que ele estaria na minha lista de favoritos no final do ano. Porém, ele vai mesmo é para a lista de decepções.
    Ao contrário de você, eu senti sim uma evolução na Mare e em todos os outros personagens, e achei a leitura bem fluida. O problema, para mim, foi o final que, além de vago, achei mal escrito. O desfecho do Maven foi uma cena muito confusa e mal explicada, quase nada foi decidido em relação à parte política e o desfecho dos personagens também não ficou bem explicado. Achei que foi proposital da autora para as pessoas pedirem outros livros.
    Enfim, essa foi uma leitura que eu amei a maior parte do tempo e que, justamente por isso, fiquei absurdamente frustrada no final. Li assim que foi lançado e não superei a raiva até hoje kkkkk.
    De qualquer forma, amei ler a sua resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Que pena que a autora não finalizou a trama, deixando essas pontas soltas. Eu parei com esta serie no primeira livro e para mim desde lá, esse universo não me convenceu. mas sei que a saga tem muitos fãs.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Carla!!!
    Eu sei que vou ser apedrejada ainda, pois ainda não me encanto com "Rainha Vermelha", mas não sei realmente o motivo disso. Porém, fico triste que a autora não conseguiu desenvolver tão bem como nos outros livros e talvez ela possa pensar em lançar algo mais já que o final ficou em aberto.
    Não me aprofundei tanto na resenha, porque muita gente quer que eu leia os livros pra eu ficar vislumbrada pela série como todos.
    De toda forma parabéns pela sinceridade!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
Google+